Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Review: ‘Forza Horizon 5’ é festa para os olhos e desafio para os mais habilidosos - Web Rádio PQP

Review: ‘Forza Horizon 5’ é festa para os olhos e desafio para os mais habilidosos

Renato Mota  04/11/2021

A série ‘Forza’, da Turn 10 Studios e exclusiva do Xbox e do PC/Windows, não é só para quem curte jogos de corrida. É para quem ama carros e automobilismo. E isso se percebe na atenção aos detalhes, na reconstrução virtual dos modelos (incluindo detalhes internos), da física de como cada um deles responde diferente e até do ronco único do motor. Já ‘Forza Horizon’ é para quem gosta de tudo isso, mas com um toque caótico.

Desde seu primeiro título, lá em 2012, ‘Forza Horizon’ mistura o rigor da sua franquia-mãe com elementos que lembram mais outros jogos, como o clássico ‘Burnout’ e ‘Project Gotham Racing’, como manobras radicais e um mundo aberto a ser explorado. Por isso, sempre foi mais convidativo para os jogadores que não têm tanta segurança em se aventurar no simulador automobilístico que é ‘Forza’, ou se ligam mais no lado divertido das corridas.

E depois de nos levar aos festivais ‘Horizon’ nos Estados Unidos, Europa, Austrália e Reino Unido, agora é a vez da Turn 10 explorar o cenário que, na minha opinião, traz mais rico e cheio de possibilidades da série até então: o México. Das praias da Riviera Maia, ao deserto da Baja Califórnia, passando pelo vulcão La Gran Caldera, ‘Forza Horizon 5’ é de longe o jogo mais bonito da franquia – e possivelmente um dos mais bonitos da geração atual. Estradas de asfalto, terra, lama e até trilhas no meio da floresta seguem a mesma regra, “se você pode enxergar, dá para dirigir”.

E o game já entrega tudo nos primeiros minutos. A sua introdução, que serve para dar um gostinho da ambientação e apresenta parte da dinâmica do jogo, já começa com um imenso avião “dropando” alguns dos modelos mais icônicos em diversos locais do mapa. O percurso inclui o Ford Bronco Badlands correndo no topo do vulcão, o Corvette Stingray 2020 rasgando o asfalto em direção a uma tempestade de poeira, o Porsche 911 Desert Flyer quebrando na selva densa e o Mercedes-AMG ONE a toda velocidade ao longo da costa rochosa do México.

De acordo com a desenvolvedora, o jogo contara inicialmente com 426 veículos de dezenas de montadoras, entre modelos clássicos e alguns dos mais modernos do mercado (e se seguir a fórmula dos seus antecessores, muitos outros virão por aí). E o pessoal da Turn 10 não tem preconceito com nenhum tipo de carro, já que você pode dirigir desde o totalmente elétrico Porsche Taycan Turbo S 2020 (um dos melhores do jogo, por sinal) até o Fusca 1963 da Volkswagen, que no México é conhecido como “Vocho”.

Outro diferencial da série é o clima de festival que o ‘Horizon’ traz. Na quinta instância do evento, o jogador já chega como uma superestrela, o piloto a ser batido. Logo após a apresentação, o primeiro passo é criar seu avatar dentro do festival. Embora limitado, o sistema de criação é bastante inclusivo, o que pode parecer até paradoxal. Você tem algumas opções pré-definidas para escolher, entre corpos masculinos e femininos, que podem ser combinados com vários penteados de múltiplas cores. Bem básico. Mas nos menus seguintes, o jogador pode escolher qual pronome prefere ser tratado (incluindo aí pronomes neutros) e duas opções de voz. Da mesma forma, qualquer tipo de roupa pode ser usada pelo personagem, então sinta-se à vontade para montar um avatar que combine com seu estilo.

ForzaHorizon5
A atenção aos detalhes é uma marca da série ‘Forza’. Imagem: Playground Games/Divulgação

Independente da aparência física do seu personagem, ele/ela/elu será chamado pelo nome de usuário no sistema do Xbox. Confesso que levei um susto com o primeiro “olá, Renato” vindo do jogo, sem que eu tivesse preenchido qualquer campo com o meu nome. ‘Forza Horizon 5’ está totalmente localizado em português brasileiro, dos menus ao locutor da rádio, 100% dublado. O que tem um lado bom, mas também um negativo, já que se perde um pouco das nuances do texto original do jogo, uma vez que alguns personagens se comunicam em “espanglês”, uma mistura de espanhol com inglês que cai na tradução (e no sotaque uniforme dos dubladores). Mas se quiser optar pelo idioma original do jogo, a opção está bem fácil nas configurações.

Inscrito no Festival Horizon e uma vez ambientado no México, chegou a hora de você dar suas primeiras voltas nos desafios do game. O mapa de mundo aberto de ‘Forza Horizon 5’ é enorme, e totalmente acessível. Nesse sentido, ele acaba parecendo mais com um ‘GTA V’ do que com um jogo de corrida tradicional (com a exceção de que você não pode sair do carro e ir andando). Quer sair da pista e subir com sua Ferrari de meio milhão de dólares numa colina cheia de pedras? Fique á vontade, e ainda ganhe alguns pontos de habilidade por isso. Está indo de um evento para outro, e cortar caminho pelo meio do mato parece uma boa ideia? Aproveita a tração 4×4 da sua Land Rover e destrua parte da flora mexicana no caminho.




E mais do que aberto, o mundo de ‘Forza Horizon 5’ é extremamente dinâmico. No meio de uma corrida, uma chuva torrencial pode começar a cair, mudando totalmente o estilo de direção que você vinha utilizando. As estradas ficam escorregadias e é quase impossível controlar certos modelos de carro na lama. O céu se abre e aos poucos as condições da pista vão voltando ao normal, com o reflexo do sol nas poças de água lhe cegando por vez ou outra. Mas nada comparado às tempestades de areia que podem irromper no deserto , transformando ‘Forza’ quase num ‘Mad Max’ com carros novos.

Forza Horizon 5
O clima dinâmico é uma das novidades do ‘Forza Horizon 5’. Imagem: Playground Games/Divulgação

E os desafios aos quais o piloto é posto à prova são os mais variados. Corridas em circuitos fechados, com um determinado número de voltas, disputas abertas nos quais uma certa distância deve ser coberta, verdadeiros rachas contra outros carros, motos e até aviões, ou fugir totalmente do automobilismo e entrar num concurso de fotos. E se a pista do desafio atual não for do seu agrado, ‘Forza Horizon 5’ te deixa criar seu próprio percurso, num sistema incrivelmente simples, no qual você conduz seu veículo pelo trajeto desejado e inclui os checkpoints que garantirão que todos estão no caminho certo. O jogador também poderá correr nas pistas criadas pela comunidade, cada uma com seus próprios desafios.

E à medida que o jogador vai cumprindo esses desafios, vai engordando sua conta bancária e ganhando carros que provavelmente nunca usará. É muito carro, e eles vêm aos montes – e simplesmente colecioná-los rende prêmios em forma de… mais carros. Se você tem algum modelo legal, mas que não tem planos de usar, ainda pode doá-lo para a comunidade online e ganhar mais pontos por isso, que podem ser convertidos em mais veículos, roupas, acessórios, pinturas, adesivos, frases para serem usadas no chat e outras formas de interatividade.

'Forza Horizon 5' será tão lindo que usará ray tracing até no áudio, garante desenvolvedores. Imagem: Xbox/Divulgaçã
‘Forza Horizon 5’ usa ray tracing até no áudio, garante desenvolvedores. Imagem: Xbox/Divulgaçã

Mas para que tantos carros, se eu posso escolher o melhor de cada categoria e usar sempre os mesmos? Quando conectado à rede do Xbox Live, ‘Forza Horizon 5’ apresenta para os jogadores uma série de tarefas bônus diárias e semanais, que os incentivam a usar marcas e modelos diferentes. A cada semana, uma nova temporada se apresenta, com uma série de restrições de classe, tipo e dificuldade. A ideia é tirar o jogador da zona de conforto e trabalhar para ajustar e aprimorar modelos que normalmente ficariam encostados na sua garagem. Como alguns trajes em jogos tipo Battle Royale, vencer os desafios da temporada vale carros exclusivos e bem mais difíceis de encontrar, que só estarão disponíveis naquela janela de tempo.

Essa flexibilidade entre ser um simulador de corridas ou um jogo totalmente arcade sempre foi o charme da série ‘Horizon’. E na quinta instância do game isso só é ampliado. O cenário do México, com suas cores vibrantes, só deixa mais evidente o clima de festa que o game tenta passar. Jogadores veteranos se sentirão em casa, com um jogo que reúne os pontos positivos dos seus antecessores e os aprimora. Games de corrida estão entre as categorias que mais se beneficiam dos gráficos de última geração, e isso fica evidente na física de iluminação e de partículas, no clima dinâmico e na sua tapeçaria de cenários. Ao não tentar reinventar a roda, ‘Forza Horizon 5’ entrega um equilíbrio entre beleza e jogabilidade, diversão e desafio, como poucos títulos dessa virada de geração.

A cópia de ‘Forza Horizon 5’ utilizada nesta análise foi gentilmente cedida pela Microsoft.

Logotipo Olhar Digital

Deixe seu comentário:

Publicidade

Últimas do blog

  • ATS & ETS2 1.43: Ownable Dumpers

    Publicado em 22/11/2021 Estamos trabalhando duro na atualização 1.43 para Euro Truck Simulator 2 e American Truck Simulator, pois está se preparando para ser uma atualização bastante grande. Há muitas adições... Leia mais

    Em 22/11/2021
  • Nova versão para o Palco Público – v1.0.1.0.

    Publicado em 22/11/2021 Olá pessoal! Temos uma nova construção para o Palco Público adicionando um recurso de QoL muito legal e útil: Arrastar e Soltar! Versão de teste 1.0.1.0. no palco público Como participar... Leia mais

    Em 22/11/2021
© Direitos reservados - Web Rádio PQP Web Rádio administrável