Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Sebastião Rezende (PSC) recebeu R$ 6,5 milhões de propina, segundo Riva - Web Rádio PQP

Sebastião Rezende (PSC) recebeu R$ 6,5 milhões de propina, segundo Riva

O gordo salário de deputado estadual em Mato Grosso, hoje cotado em R$ 25 mil, somado a polêmica verba indenizatória de R$ 65 mil todo mês, que pouco exige de burocracia para seu gasto, ou seja, é praticamente encorpada como salário, além de outros custeios, fazem com que esteja à disposição de cada parlamentar da Assembleia Legislativa de Mato Grosso – ALMT um total de quase R$ 100 mil a cada trinta dias, um número que coloca o legislativo do estado entre os mais caros do país ao contribuinte.

Todo este montante, porém, pode não ser suficiente para o deputado estadual, Sebastião Rezende (PSC). De acordo com o ex-presidente da ALMT, José Riva, que conhecia cada centavo que circulava pela Casa de Leis, Rezende recebeu, de 2003 a 2015, um total de R$ 6,5 milhões em propina. O dinheiro era “levantado” por meio de empresas que se prestavam a condição de fingir que entregavam produtos e serviços ao legislativo, viabilizava o esquema com notas frias e possibilitava o “mensalinho” aos deputados como propina, na maior parte do tempo como forma de apoiar o Governo em curso.

Riva tenta emplacar colaboração premiada junto ao Ministério Público Estadual – MPE e no dossiê de 105 páginas expõe que Sebastião encheu o bolso com o dinheiro sujo de 2003 a 2015. No detalhamento, o ex-presidente afirma que o deputado evangélico recebeu 24 pagamentos de R$ 30 mil entre 2003 e 2005, totalizando quase R$ 1 milhão. Rezende recebeu então um aumento a partir de 2005, passando a receber propina de R$ 35 mil em 72 oportunidades até 2011, o que chega a R$ 3,3 milhões. Daí, de 2011 até 2015, o cristão colocou a mão em mais 48 pagamentos de R$ 50 mil, ou seja, mais R$ 3,2 milhões.

O ex-chefão do esquema, conta ainda que Sebastião assinou o recebimento dos tais serviços e materiais nunca entregues. Depois de conhecido tudo isso, a única coisa que todo aquele que crê pode esperar é que a misericórdia de Deus possa agir. Seja para perdoar Riva de tamanha e tão pesada mentira ou para livrar Rezende do fogo do inferno por tanta avareza em achar que quase R$ 100 mil por mês não era necessário e ainda querem mais. Nem a teologia da prosperidade, defendida por Edir Macedo, explicaria uma linha de conduta dessas…

Deixe seu comentário:

Publicidade

Nossa Rádio em RadiosNet

Últimas noticias

Curta no Facebook

© Direitos reservados - Web Rádio PQP @by KD Web Rádio administrável