Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Funcionários denunciam Comper por obrigar pessoas com sintomas de covid a trabalhar - Web Rádio PQP

Funcionários denunciam Comper por obrigar pessoas com sintomas de covid a trabalhar

Thalyta Amaral

Publicado em 01/07/2020

Funcionários que trabalham no supermercado Comper da avenida Fernando Corrêa denunciaram ao  a situação de risco em que vivem diariamente. Sem conseguir atendimento na rede pública, mesmo com os sintomas de covid-19, são obrigados a continuar trabalhando, sob o risco de terem descontos nos salários.

O filho de uma das funcionárias, que pediu para não ser identificado por medo que a mãe seja demitida, conta que o cenário é de desespero. “Surgiram vários casos com sintomas parecidos. A empresa não está prestando assistência e a maioria dos funcionários não tem plano de saúde”.

Quem não apresenta atestado precisa ir trabalhar, mesmo com sintomas como febre e dores no corpo. “Com os hospitais e policlínicas lotados, a situação está meio que cada um por si. E as pessoas estão sendo contaminadas lá dentro, já que quem está doente continua indo trabalhar”.

Em um dos setores, 5 funcionários estavam com sintomas gripais e todos continuavam trabalhando, já não conseguiram atestado médico. Outra funcionária revelou que cada dia de trabalho é cercado pelo medo de não saber se terá saúde até o fim da semana.





“A gente vem trabalhar porque precisa. Mas não sabe se será hoje que pega o coronavírus. Cada dia um funcionário conta que está sentindo alguma coisa. A gente tem medo, mas também precisa sustentar a família”, conta a funcionária.

Outro lado
A assessoria do Comper informou que a denúncia dos funcionários não procede e que realiza todas as medidas para evitar que os colaboradores sejam acometidos pela doença. Confira nota na íntegra.

“O Comper acompanha a evolução dos números de casos de Covid-19 no Brasil e no mundo e a nossa prioridade é a segurança dos clientes e dos colaboradores. Para isso, a cada suspeita de caso que, por ventura, possa aparecer entre os nossos funcionários, o colaborador com sintomas é afastado imediatamente e a loja no qual ele (a) trabalha é desinfectada por empresa especializada. Ainda em casos positivos cujo tratamento é feito em casa, a empresa disponibiliza um médico para acompanhamento. Este protocolo é válido para todas as suspeitas de casos em nossas unidades”.

logo

Deixe seu comentário:

Publicidade

Últimas do blog

© Direitos reservados - Web Rádio PQP Web Rádio administrável